Turismo investe R$ 98,5 milhões em acessibilidade

O Ministério do Turismo está investindo R$ 98,5 milhões em obras de acessibilidade em nove cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. O Estado de São Paulo recebe R$ 20 milhões para melhorar a acessibilidade de rotas turísticas. Salvador, R$ 18 milhões para a revitalização da orla do bairro da Barra e acessibilidade em atrativos da região. Para Fortaleza serão 17 milhões em pontos turísticos como Iracema e Mercado Central.Estima-se que o Brasil tenha 27 milhões de pessoas com problemas de locomoção, de acordo com o IBGE. Para que elas possam viajar, é necessário que hotéis, aeroportos e cidades ofereçam condições que permitam a mobilidade. Alguns municípios brasileiros se destacam por oferecer hotéis com quartos e banheiros adaptados, restaurantes com cardápios em braile e informações acessíveis a deficientes auditivos e serviços de transporte adaptados. Entre elas, estão Maceió, a capital com o maior percentual de quartos de hotéis adaptados para receber visitantes com mobilidade reduzida, e Socorro, cidade paulista com uma estância hidromineral adaptada para cadeirantes.

Confira a relação de investimentos do Ministério do Turismo e contrapartida dos Estados ou prefeituras:

Belo Horizonte – R$ 3,3 milhões + R$ 264 mil Cuiabá – R$ 1,37 milhão + R$ 119 mil Curitiba – R$ 11,54 milhões + R$ 1 milhão Manaus – R$ 5,2 milhões + R$ 578 mil Fortaleza – R$ 17 milhões + R$ 4,61 milhões Natal – R$ 13,3 milhões + R$ 554 mil São Paulo – R$ 19,5 milhões + R$ 1,69 milhão Recife – R$ 7 milhões + R$ 368 mil Salvador – R$ 17,79 milhões + R$ 773 mil

18 de Novembro, 2013
Color